Blog

6 de setembro de 2016

Como formar uma equipe para trabalhar com Inbound Marketing

Por Eduardo Correia

As agências de marketing, publicidade e propaganda, assim como as de assessoria de imprensa que estão migrando para o Inbound Marketing, passam pelo desafio de adaptar suas equipes, formar um novo time que ofereçam um trabalho eficiente. Apresentar mais um serviço para os clientes exige paciência, conhecimento e precisão para não errar e passar uma imagem de despreparo.

Para ajudar na transição entre uma atividade ou outra e a incorporar as novas funções, montamos dicas de como escolher o seu time, quais as funções essenciais e quais destas atividades podem ser terceirizadas. Esse material pode ser importante para você saber quem é fundamental para fazer o meio de campo entre agência nesta fase inicial dos trabalhos.

Quem você precisa no seu time?

Para começar a trabalhar com Inbound Marketing é importante ficar atento nas funções imprescindíveis para dar conta do trabalho. São profissionais que executarão tarefas distintas ou similares, mas que precisam estar alinhados para estabelecer e executar as estratégias e garantir os resultados esperados para o seu cliente.

Gestor de Inbound Marketing

Responsável por definir o público-alvo e fazer o meio de campo com a área de vendas para avaliar o resultado das conversões. Também estará em contato com os gestores do seu cliente para alinhar os conteúdos a serem transmitidos. Na prática, é ele quem define, revisa e refina as personas, pesquisa e estabelece as palavras-chave, aponta pautas, faz a automação de marketing e no fim avalia resultados e progressos. É importante que esse profissional seja contratado e atue como um líder da equipe.

Consultor híbrido

É alguém mais ligado às tarefas diárias do site e das redes sociais. Resolve questões de SEO, e-mail marketing e faz a ponte entre o produtor de conteúdo e o gestor de Inbound Marketing. Faz também pesquisa de palavras-chave, define pautas e faz automação de marketing, mas vai além ao publicar e promover conteúdos, engajar, promover e publicar nas redes sociais, criar calls-to-action e landing pages. Também segmenta lista de contatos e elabora campanhas por e-mails. Apesar de ter opções de terceirização, é importante também tê-lo no quadro de funcionários.

Web Designer

Responsável por criar as ilustrações para redes sociais, blog posts e mesmo para os conteúdos de call-to-action. Em alguns casos, ele também publica e promove conteúdos, publica nas redes sociais e envia e-mails segmentados, cria calls-to-action e lading pages. Apesar de ser interessante ter este profissional na equipe, há muitos freelancers no mercado. É uma saída, principalmente nos primeiros meses enquanto não houver muita demanda de material gráfico.

Jornalista

É a pessoa que faz com que o conteúdo do site se aproxime do público, dominando a linguagem e uma boa escrita. Essa função pode ser terceirizada. Nestes casos, caberia então a uma agência de marketing de conteúdo gerar o material a ser divulgado. O preço varia conforme a quantidade ou variedade de produtos, que podem ser textos, e-books, fotografias, infográficos.

Por onde começar?

A melhor maneira de iniciar o trabalho com Inbound Marketing é ter um especialista na área. Então, o primeiro passo é contratar um gestor. É ele que avaliará as necessidades do seu cliente e qual o time que deverá ser formado. Esse profissional será o líder de toda a operação. Por isso, não vale a pena contar com serviços externos nesse caso, optando por ter alguém de confiança por perto.

A partir do momento que tiver alguém que domine tudo sobre Inbound Marketing, mapeie todos os clientes interessados no serviço e quais as necessidades e objetivos dele. Sabendo qual será a demanda, avalie junto com o gestor as possibilidades de ter a equipe necessária para o trabalho ou se valeria contratar uma prestadora de serviços. Há várias empresas no mercado responsáveis por produção de conteúdos variados. Faça orçamentos e avalie os custos.

A decisão dependerá de quantos clientes você tem, qual o valor que eles pagarão pelo serviço e qual o grau de complexidade dos assuntos a serem abordados. Esses eixos devem ser levados em conta na tomada de decisão.

Compartilhe



Conteúdo relacionado

Quer ficar por
dentro das novidades do nosso blog?
Assine nossa newsletter.

Go to Top